5 maneiras de usar o multímetro na guitarra



Muitas pessoas perguntam pra gente o que podem fazer para ter certeza de algum problemas em suas guitarras ou contrabaixo, principalmente quando este problema é na parte elétrica do instrumento, e por isto resolvemos ensinar pelo menos 5 maneiras de usar um multímetro de fora a identificar possíveis problemas na sua parte elétrica. 

5 manerias de usar o multímetro na guitarra

5 maneiras de usar o multímetro na guitarra

O multímetro é a ferramenta perfeita para testar vários componentes em uma guitarra ou contrabaixo.

Você pode usar para testas captadores, para testar jack de saída, chaves, baterias, testar se algum fio esta rompido.

De certo será uma boa aquisição a sua caixinha de ferramentas, e será um aquisição barata pois um multímetro não é assim tão caro.

As 5 manerias de usar o multímetro que você vai aprender são:

• Teste de captadores (resistência e funcionalidade).V3

• Teste em chaves

• Testar cabos de guitarra.

• Identificar as saídas de um jack TRS.

• Verificação carga de baterias.

Testes em captadores.

5 manerias de usar o multímetro na guitarra

Em toda ocasião em que você comprar um captador usado, tenha um multímetro em mãos, com ele você será capaz de testar sua resistência e ter uma ideia se o mesmo esta funcionando ou não.

É possível até saber se você esta levando o modelo certo para casa ou não, mais ai é claro que você precisa saber de antemão qual deveria ser a resistência do captador.

O processo para testar um captador é bem simples.

Primeiro você precisa ajustar seu multímetro na escala de ohms, alguns multímetro tem divisões nesta escala então escohla a mais apropriada para o trabalho.

Você irá medir resistências de até 20 kohms, como no caso da maioria dos captadores, então escolha a escala de 20K no multímetro.

Com o multímetro ajustado apenas use as pontas de prova dele, uma no fio frio do seu captador, também conhecido como negativo, e a outro no fio quente.

Desta forma ele irá te mostrar o valor de resistência de seu captador.

###Saiba mais sobre captadores aqui

Se nada for mostrado no visor do multímetro veja se não cometeu alguns erro  e teste novamente, caso o contrario algum fio, ou da bobina de seu captador ou da saída dele, estão rompidos.

Se for o caso de rompimento de fio da bobina do captador, faça aquela cara triste, porque você acaba de ganhar um captador que não funciona.

Na maioria das vezes apenas um rebobinamento completo do captador trará ele a vida novamente.

Se você estiver testando um humbucker com quatro condutores, certifique-se de que os fios estão devidamente ligados um ao outro da maneira desejada, em série ou paralelo.

Por exemplo, antes de tentar medir a resistência em um humbucker Seymour Duncan em série, certifique-se de que os fios vermelhos e brancos são conectados juntos e isolados.

Também se certifique que os fios verde e o desencapado então soldados juntos.

Toque uma das pontas de prova do multímetro ao fio preto do captador. Toque a outra  ponta do multímetro no fio verde e no desencapado. Isso deve lhe dar uma medição da resistência.

Mapeando uma chave

5 manerias de usar o multímetro na guitarra

Se você não tem um diagrama parra seguir, a fiação de uma nova chave pode ser frustrante. Uma maneira fácil de poupar tempo ao abordar um projeto de fiação é usar seu multímetro para mapear a chave.

Basta definir o seu multímetro para a configuração da continuidade, normalmente  marcada com um símbolo de alto falante.

Esta definição irá produzir um som audível para que você saiba quando um circuito esta fechado.

Em uma chave de 3 posições do tipo toggle, por exemplo, colo que uma das pontas do multímetro em um dos terminais laterais  e a outra ponte nos terminais centrais, que tipicamente são os terminais de saída.

Se você ouvir um sinal sonoro do seu multímetro você saberá que a chave esta ligada nesta posição, caso não escute nada a chave esta desligada ou com mal contado.

Para ter certeza sempre a posição da chave, mas não mude a posição dos cabos do multímetro, de forma a comprovar que você esta testando a posição certa.

5 manerias de usar o multímetro na guitarra

Para uma chave do tipo strato o  processo é bem semelhante.

Toque uma das pontas do multímetro no terminal de saída da chave e em seguida vá testando todos outros terminais da chave para descobrir em que posição da alavanca da chave é aquele terminal.

Testando cabos

5 manerias de usar o multímetro na guitarra

Alguma vez você já chegou em um show ou ensaio  e apenas lá descobriu que  suas coisas não estão funcionando?

Você já começa a pensar no pior, meu instrumento ta quebrado, meu amplificador foi pro vinagre ou meus pedais pifaram.

O que poucos sabem é que as maiores chances de defeito estão no seus cabo, ou cabos, e tendo um multímetro em mãos você pode descobrir na hora se eles é que são os vilões da historia.

Coloque se multímetro em teste de continuidade, tal qual para testar as chaves.

Coloque uma das pontas do multímetro em uma das pontas do plug do cabo, e coloque a outra ponta do multímetro na ponta do outro plug do cabo.

Se você ouvir o sinal sonoro já existe 50% de chances de seu cabo estar funcionando. Faça o mesmo procedimento que fez com ponta do cabo só que desta vez usando o corpo do plug.

Se o multímetro apitar esta quase tudo bem, mova o cabo como se estivesse andado pelo palco e repare se o multímetro para de apitar.

Caso isto acontece seu cabo esta com algum mal contado, que pode ser em alguma solda ou algum rompimento na extensão do cabo.

Testando Jacks TRS

5 manerias de usar o multímetro na guitarra

Jacks de instrumentos passivos são bastante simples, eles têm um terminal para o aterramento  e outro para o positivo.

5 manerias de usar o multímetro na guitarra

No entanto, jacks de saída sistemas ativos tem pelo menos três terminais. Que são chamados de TRS, tip, ring e sleeve, que são bem comuns em guitarras, contrabaixos e violões com sistema ativos.

Normalmente o terminal referente ao sleeve é onde irá conectado o polo negativo da bateria, de forma que quando você espeta o cabo no jack a bateria entra em funcionamento.

Algumas vezes estes terminais tem tamanho diferente, o que nos da uma dica de onde ligar o que, mas muitos jacks tem terminais de mesmo tamanho e sem nenhuma marcação de quem é quem.

Então para saber quem é quem você precisará do multímetro.

Coloque ele  na configuração de continuidade e espete um cabo no jack.

Use uma das pontas do multímetro na ponta do plug do cabo e com a outra ponta do multímetro teste os terminais do jack, assim que ele apitar você já sabe quem é o tip, ou seja, quem receberá o fio positivo vindo do sistema.

Em seguida teste quem será o negativo, para isto você terá que tirar o cabo que espetou no jack.

Coloque uma das pontas do multímetro na rosca do jack, e com a outro teste os dois terminais que faltaram, o que apitar será o negativo do jack, ou sleeve.

E o terminal que sobrou só pode ser o terminal onde será ligado o negativo da bateria, também chamado de ring.

Testando baterias

5 manerias de usar o multímetro na guitarra

 

Dada a quantidade de coisas que tem que funcionar com algum tipo de energia em um setup de um guitarrista, trocar todas as baterias de todos os pediais antes de um show pode ser uma tarefa árdua, e se falando do preço das baterias decentes aqui no Brasil, por que não uma tarefa cara.

Então ao invés de trocar todas as baterias a cada show, por que não descobrir apenas as que precisam ser substituídas e manter as que ainda estão suficientemente boas.

Para isto o multímetro tem uma leitura especial, que a seção de medição de corrente continua, normalmente marcado como DC V, ou apenas V seguindo de dois traços um sólido e outro pontilhado.

Aqui o procedimento é bem fácil, identifique na bateria o seu pólo positivo e em seguida encoste a ponta vermelhas, ou  positiva, do seu multímetro nele.

E a outra ponta do multímetro, a negativa, irá no pólo negativo da bateria.

O multímetro irá te mostrar a voltagem da bateria, se estiver medindo uma bateria de 9V, será isto ou algo próximo disto que ele irá te mostrar.

Caso ele mostre valores muito baixo, por exemplo 1V, isto que dizer que você tem que comprar uma bateria nova, lógico caso ainda queira tocar!.

Por hora é isto. Gostou? Deixe um comentário.



Loud Custom Shop Guitars

Loud é uma oficina diferente. Deixamos de lado a distribuição em série para construir artesanalmente instrumentos únicos que se adaptem aos mínimos detalhes que você precisa ou simplesmente quer.De regulagens básicas a customizações extremas, a Loud está ao seu dispor pela realização daquela guita meio louca que você viu em seus sonhos e em loja nenhuma por ae. Precisa de uma cafeteira instalada no seu baixo? Um cinzeiro marchetado na sua viola? Então vamos conversar!