Durante esta semana estamos cuidando do acabamentos de uns instrumentos aqui na oficina e começamos a pensar no post da semana e sobre o que falar e decidimos falar em cuidados com pintura da guitarra.

E sabemos que este assunto é duvida até para os mais vividos no mundo das guitarras.

Como cuidar do acabamento de sua guitarra.

 

Com o passar do tempo sujeira, suor e outras coisas vão se acumulando sobre o acabamento da guitarra e lentamente começam a decompor o mesmo.  Isto costuma criar uma película opaca que deixa o acabamento sem vida, sem brilho e com a cor estranha.

Além disto se o seu suor tiver alto teor de acidez ele pode realmente causar danos ao acabamento da sua guitarra, principalmente nas regiões onde o braço encosta. O suor contém água, ácidos e vários minerais corrosivos que podem danificar muito o acabamento e o hardware da guitarra.

Conhecendo o acabamento

Existem vários tipos de acabamento para guitarras

Há muitos tipos diferentes de acabamento usados em instrumentos de cordas. Guitarras com um ar mais vintage costumam usar laca de nitrocelulose, o famoso nitro.

Este acabamento é bem fino, e por tal motivo permite que a madeira ressoe melhor. Mas por ser mais frágil é mais propenso ao aparecimento de rachadura, fissuras ou craquelados com o passar do tempo.

 

Cuidados com pintura da guitarra

Acabamento em laca de nitrocelulose craquelado

 

Cuidados com pintura da guitarra

NItro craquelado

 

Com mudanças de clima muito bruscas estas rachaduras podem aparecer com muito mais facilidade.

Para evitar este aspecto do acabamento em nitro, que para alguns pode ser um problema mais para outro é uma coisa muito legal, muitas fabricas costumam usar acabamentos mais resistente, mais impermeáveis como o verniz poli-uretano, verniz poliester, vernizes acrílicos, ou os compostos epoxi.

Em alguns casos os fabricante estão pensando apenas no corte de custos, e por isto mudam o tipo de verniz que usam, em outros o papo é mais sério.

O verniz nitro de verdade é bem danoso a saúde e ao meio ambiente e alguns fabricante optam por usar produtos químicos mais amigáveis ao meio ambiente.

Por exemplo, nos últimos anos, tem havido uma tendência para a acabamentos a  base de água de cura UV e, ambos os quais reduzem a liberação de produtos químicos na atmosfera durante o processo de produção.

Os acabamentos modernos podem ser encontrados em dois estilos, brilhantes e foscos.

 

Cuidados com pintura da guitarra

Acabamento brilhante, high gloss.

 

Cuidados com pintura da guitarra

Acabamento fosco, matte ou satin

 

Limpeza e polimento.

Independente do tipo de acabamento que seu instrumento possua é sempre uma ótima ideia dar aquele trato de tempos em tempos para deixa-lo tinindo e prolongar a vida útil de sua guitarra

Há centenas de produtos no mercado que afirmam ser o melhor para a limpeza e polimento de um instrumento.

A verdade é que muitos dele só iram fazer uma coisa, deteriorar lentamente seu acabamento.

Alguns deste produtos contem produtos petrolíferos e solventes que podem danificar a maioria dos acabamentos com base nitrocelulose.

Mas aqui existem opiniões bem divergentes quanto a apenas limpar o instrumento ou dar aquele polimento bacana para tudo voltar a brilhar e reluzir.

Existem os que defendem a limpeza apenas com a premissa de que quando você poli repetidas vezes o instrumento você coloca camadas adicionais de material que com o passar do tempo engrossam o acabamento da guitarra e faz com o timbre da mesma mude com o passar do tempo. O debate neste quesito é bem árduo.

O fato é que em alguns casos polir o instrumento pode sim gerar alguns problemas, principalmente em se falando de acabamentos que já tem craquelados gerados pelo tempo, afinal a cera ou lustrados que você venha a usar pode se acumular nas fissuras e as vezes chegar até a madeira mudando a cor natural da mesma ou fazendo as camadas superiores do acabamento descamarem, e ai sua guitarra pode começar a descascar.

Já outros defendem o polimento simplesmente pelo fato do instrumento ficar mais bonito, parecendo novinho após o procedimento.

Se você é do tipo que curte uma guitarra brilhando aconselhamos cera de carnaúba pura para tal propósito, pois a mesma não ataca a maior parte dos acabamentos. Outro produto que costumamos indicar para  a maioria dos casos é o lustrados alto brilho da marca 3M que também não costuma atacar, deteriorar, dos tipos de verniz.

Polidores

 

Cuidados com pintura da guitarra

3M auto brilho

 

Cuidados com pintura da guitarra

Cera de carnaúba pura da marca Mothers

 

Agora se apenas uma limpeza bacana do acabamento original já for o bastante para te deixar feliz você terá algumas opções.

A primeira delas são os produtos desenvolvidos especificamente para o trabalho, um deles é o Professor Green’s Instrument Polish, que é um produto a base d água e não contem químicos que deterioram o acabamento.

 

Cuidados com pintura da guitarra

Professor Greens

 

 

Um outro produto muito usado é a Nafta, que é um solvente high-flash, também é seguro para a maioria dos acabamentos, é ótima para desengordurar o acabamento e também funciona com parte oxidadas.

Cuidados com pintura da guitarra

Nafta, ou fluido de isqueiro

Não se esqueça que Nafta é inflamável e seus gases são tóxicos, então vale a pena usar uma luva.

Independente do produto que você venha a usar o ideia é usar pouco produto em um pano limpo, de preferencia uma toalha de microfibra.

Evite, pra não dizer não use, produtos de limpeza genéricos como Pinho Sol ou Poliflor e a maioria dos produtos desta família, pois alguns deles contem solventes e outros químicos que podem danificar o acabamento de seu instrumento. Na duvida do que usar para dar aquela limpada na sua guitarra use apenas um pano levemente umedecido com água mesmo.

 

Cuidados com pintura da guitarra

Limpando o acabamento

Polimento

Se você optar por dar uma polida em sua guitarra use pouca de cera e o pano de microfibra em movimentos bem leves para não gerar arranhões em seu instrumento. Evite polidores com abrasivos mais grossos como as massas de polir, n°1 ou n°2, pois as mesma podem atacar determinados acabamentos alem de desgastar o acabamento original.

Para tirar riscos profundos procure um profissional ele irá indicar o melhor procedimento para teu instrumento, que pode ser um polimento mais profundo ou até mesmo uma envernizamento novo.

É proibido polir desta forma um instrumento com acabamento fosco, pois o mesmo pode ficar manchado e/ou brilhante.

Outra coisa muito importante é, se você tem um instrumento com acabamento em nitro, você deve estar ciente que este acabamento envelhece muito mais rápido que os outros e é bem comum o verniz amarelar com o envelhecimento e dar uma cara mais vintage para o instrumento, nestes casos vale mais apena uma bela limpeza do que um polimento. Isso vai deixar seu  instrumento em dia e você não correra o risco de desvaloriza-lo.

Lembrando que tudo que você fizer ai na sua guitarra ou contrabaixo é por sua conta e risco.

Bom por hora é isto ai!

Extra de ultima hora, natural oil finish


E ai como vocês costumam cuidar de seus instrumentos, comentem!

Cuidados com pintura da guitarra
Votação do leitor 3 Votos
  • Fala!

    Além da flanelinha básica, o que vocês recomendam para o acabamento da N4 que é todo peladão, sem nada?

    Ótimo posto 🙂

    • Fala Julio, bele?

      No caso da Washburn N4 com acabamento peladão o ideia é usar apenas um paninho, pode ser levemente umedecido, e se você tiver partes muito suja pode ser usado um pouco de Nafta, fluido de isqueiro, mas tomando muito cuidado para não deixar a guitarra muito “molhada”.

      Abraços!

  • Olá! Para a limpeza do corpo do instrumento posso usar cera de carnaúba da marca Mothers líquida ou precisa ser em pasta?

    Suas postagens são de grande ajuda! Parabéns pela iniciativa, estou sempre de olho!

    Obrigado!

    • Fala Alvaro. Bele?

      Pode sim, não esqueça de usar pouco produto sempre. Abraços!

      PS: De qual guitarra estamos falando?

  • Ricardo Santos

    Valeu pelas boas dicas.
    Voce teria alguma dica e produtos para tratar braco nao finalizado dos musicman?
    At.,
    Ricardo

    • Fala Ricardo, bele? Obrigado pelo comentário.
      Bom no caso dos braços de MM sem acabamento você pode usar um produto produzido pela própria Ernie Ball o Wopnder Wipes Fretboard Conditioner, que funciona muito bem para braços em maple ou rosewood.

      Alguns braços da MM vem com acabamento a óleo que pode ser refeito de tempos em tempos, se for este o seu caso procure o Birchwood casey tru oil

      Vale lembrar que você tem que seguir os procedimento de aplicação recomendados pelo fabricante. E caso o braço do instrumento esteja muito sujo mesmo, só o lixamento da sujeira vai te ajudar, neste caso aconselhamos procurar um profissional.

      Abraços