Espécies de madeira.

Fala gente, firme?

Bom continuando a sequencias de postagens sobre especies de madeira hoje continuaremos a lista das especias e algumas de suas caraterísticas. Então senta ai e curta.

 

 

madeira

Imbuia

 

Imbuia

Nome popular: Canela-broto; Canela-imbuia; Embuia, Imbuia-clara; Imbuia-escura

Nome científico: ocotea porosa

Nome estrangeiro: brazilian walnut

Densidade: 0,65 g/cm³

 

Características: Madeira moderadamente pesada e bastante estável, de cor muito variada, indo de um tom amarelado ao marrom escuro, pouco porosa e muito dura.

Esta madeira é da família das “canelas”, sendo muitas vezes confundida com a canela preta.

Seu timbre é bem é bem médio grave. Esta madeira também produz excelentes violões, com graves profundo e bonitos.

Indicações: Guitarra: braço e escala/ Baixo: braço e escala/ Violão: fundo, laterais, escala e cavalete

 

Madeira

Jacarandá da Bahia

 

Jacarandá da Bahia (Brazilian Rosewood)

Nome popular: jacarandá da Bahia, jacarandá preto, caviúna, cabiúna, cabiúna rajada, cabiúna do mato, graúna, caviúno, jacarandá cabiúna, jacarandá caviúna, jacarandá una, pau preto, jacarandazinho.

Nome estrangeiro: brazilian rosewood, rio rosewood

Nome científico: Dalbergia nigra

Densidade: 1,02 g/cm³

Características: A rainha das madeiras para luteria, preferida como material para laterais e fundo por praticamente todos os luthieres do mundo.

Madeira de beleza incomparável e de grande variedade de colorido e figura. Geralmente avermelhada com listras negras, porém as vezes marrom escura ou quase preta.

Muito vibrante e sonora, produz um som profundo de timbre muito rico com excelente sustentação

Indicações: Guitarra: corpo, braço e escala/ Baixo: braço e escala/ Violão: fundo, laterais, escala e cavaletes.

 

madeira

Roxinho (Purpleheart)

 

Roxinho (Purple Heart)

Nome popular: Caatingueira, Catingueira, Coataquiçauá, Coataquiçava, Coatiquiçauá, Coraci, Guarabu, Mulateiro-da-terra-firme, Pau-ferro, Pau-mulato, Pau-mulato-da-terra-firme, Pau-roxo, Pau-roxo-da-caatinga, Pau-violeta, Roxinho

Nome científico: Peltogyne spp

Densidade: 0,93 g/cm³

Características: Madeira pesada, dura de grande resistência.

Apresenta uma cor pardo escura ao corte e vai tomando uma cor roxa com a exposição ao ar.

É mais comum o seu uso em escalas, longarinas e detalhes em instrumentos, mas vem sendo testada por alguns luthieres em laterais e fundos de violão. Possui um bom sustain.

Indicações: Guitarra: braço e escala/ Baixo: braço e escala/ Violão: fundo, laterais e cavalete

 

madeira

Peróba do campo

 

Peróba do campo

Nome popular: Balsinha, Bucheira, Guatambu, Guatambu-do-cerrado, Moela-de-ema, Muirajuçara, Panacéia, Pau-pereira, Pereira, Pereiro, Pereiro-do-campo, Peroba, Peroba-amarela, Peroba-amarga, Peroba-cetim, Peroba-do-campo, Peroba-do-cerrado, Peroba-mica, Peroba-mico, Peroba-mico-marrom.

Nome científico: Aspidosperma macrocarpon

Densidade: 0,73 g/cm³

Características: Madeira densa, dura e pesada, mais escura e amarelada que o marfim.

É boa de se trabalhar. É bastante estável e seu timbre é excelente, com agudos refinados. Foi muito utilizada pela indústria nacional de instrumentos nos anos 60/70.

Indicações: Guitarra: Corpo e braço / Baixo: Corpo e Braço / Violão: Fundo, laterais, braço e cavalete

 

madeira

Muirapiranga (Bloodwood)

 

Muirapiranga (Bloodwood)

Nome popular: falso-pau-brasil, conduru, pau-vermelho, pau-rainha

Nome científico: Brosimum paraense/Brosimum rubescens

Densidade: 0,83 g/cm³

Características:  Madeira pesada, dura de grande resistência.

Possui cor vermelho forte, podendo variar até um laranja avermelhado. Madeira pouco usada ainda na luthieria, mas que vem sendo aplicada em partes de instrumentos, e mais recentemente na confecção de laterais e fundos.

Possui uma boa sonoridade e dá um ótimo equilíbrio entre médios e agudos. Em escalas e braço produz som limpo, com bom sustain e com bastante brilho.

Indicações: Guitarra: braço e escala/ Baixo: braço e escala/ Violão: fundo, laterais, escala e cavalete

 

madeira

Muiracatiara (Zebrawood)

 

Muiracatiara (Zebrawood ou KingWood)

Nome popular: Aderno-preto, Aroeira, Aroeirão, Baracatiara, Gibatão-rajado, Gomável, Gonçaleiro, Gonçalo, Gonçalo-alves, Guarabu-do-campo, Guarabu-rajado, Guaribu-preto, Guaritá-rajado, Gurubó, Jejuera, Maracatiara, Maracatiara-branca, Maracatiara-vermelha, Maracoatiara,  Muiracatiara-rajada, Muiracoatiara, Muiracoatiara-preta, Muiraquatiara, Pau-gonçalo, Sanguessugueira

Nome científico: Astronium lecointei

Densidade: 0,80 g/cm³

 

 

Características: Madeira muita pesada, avermelhada, com a ocorrência de faixas longitudinais enegrecidas, formando figuras.

O timbre se assemelha ao Jacarandá-da-Bahia, só que com menor velocidade de propagação de som.

Indicações: Guitarra: braço e escala/ Baixo: braço e escala/ Violão: fundo, laterais, escala e cavaletes.

Bom por hoje é só nos próximos capítulos falaremos um pouco mais sobre este assunto.