[one_half padding=”5px 5px 5px 5px”]

O que é uma DAW?

Muitos anos atrás, a única maneira de se escutar música era ir a um concerto e assistir aos músicos tocando ao vivo. Com o poder expressivo da música e o avanço da tecnologia, no entanto, não tardou para que alguém tentasse criar uma [/one_half]

[one_half_last padding=”5px 5px 5px 5px”]

[/one_half_last]

maneira de transformar a música em um tipo de entretenimento mais acessível e portátil do que o concerto de uma orquestra. Surgiu então a idéia da gravação de áudio.

Entre os primeiros equipamentos desenvolvidos para realizar tal façanha,talvez o mais conhecido seja o fonógrafo de Thomas Edison, que permitia a gravação de ondas sonoras em um cilindro metálico e sua consequente reprodução. No entanto, as primeiras gravações eram todas realizadas de maneira simples, em um único canal – Ou seja, utilizando somente uma única fonte de som.

Chamamos este tipo de gravação de “mono”.

o que é uma daw

Figura 1 – Fonógrafo de Thomas Edison

Esta é uma maneira muito pobre, no entanto, de aproveitar nossa audição: O fato de possuirmos dois ouvidos e o som ser percebido de diferentes maneiras em cada um deles é o que permite que nosso cérebro identifique se um som está vindo de cima, de baixo, da esquerda ou da direita, por exemplo. Então, para gerar um efeito de posicionamento e profundidade nas gravações, começou a ser criado o áudio com dois canais, cada um direcionado à um de nossos ouvidos, que chamamos de “estéreo”.

Não tardou para que o conceito se disseminasse e muitos canais passassem a ser utilizados para gravação de áudio. Na primeira metade do século 20, fitas magnéticas foram desenvolvidas e a gravação de áudio passou a se tornar cada vez mais fiel ao som capturado. Em determinado momento, gravadores de fita como o ADAT (Alesis Digital Audio Tape) ou o Tascam DA-88 permitiram a gravação de até 8 canais simultâneos, que podiam ser direcionados cada um ao registro de um instrumento diferente.

o que é uma daw

Figura 2 – Alesis Digital Audio Tape

Com o advento do computador no final do século 20, a gravação de áudio passou por uma transformação e começou a ser realizada em meio digital. Apesar de equipamentos analógicos como o ADAT continuarem sendo utilizados, simplesmente não há comparação em termos de poder, capacidade de gravação, qualidade de som e custo-benefício quando falamos dos sistemas de gravação baseados em computadores. Estes sistemas são chamados de “DAW”, abreviação para Digital Audio Workstation (ou estação de trabalho de áudio digital).

Quando falamos sobre uma DAW, podemos estar nos referindo ao sistema inteiro de gravação – que inclui o próprio computador; o software capaz de gravar vários canais simultâneos (multipista); uma interface de áudio que realiza a conversão entre sinais de áudio analógicos e digitais; os plugins, que são softwares menores que trabalham processando algum tipo de efeito, como equalização ou compressão; além de softwares extras e aceleração DSP, que aumenta a capacidade de processamento de áudio do computador – ou podemos também estar nos referindo somente ao software de gravação multipista.

Dentre as vantagens de se utilizar um computador para gravar, talvez a mais interessante seja que, hoje, podemos instalar DAWs em computadores domésticos e gravar música em casa. Entre os softwares DAW existentes e disponíveis no mercado atualmente, alguns atingiram grande popularidade, como o Avid Pro Tools, o Apple Garageband, o Cakewalk Sonar ou o Steinberg Cubase. Existem também opções gratuitas que podem ser facilmente instaladas e testadas, como o Cockos Reaper e o QTractor, que funciona em Linux.

o que é uma daw

Figura 3 – Interface Gráfica da DAW Cockos Reaper

De uma maneira geral, as possibilidades sonoras destes softwares só serão limitadas pelo poder de processamento do seu computador – E isso significa que a capacidade das DAWs tende a aumentar exponencialmente ao longo dos próximos anos. Sua existência representa uma das maiores revoluções da maneira de se gravar áudio na atualidade, e as DAWs já se estabeleceram como um padrão de qualidade nos maiores estúdios de gravação do planeta.

– Matheus Manente é músico multi-instrumentista, compositor e trabalha com gravação de áudio desde 2008. Mais

informações sobre seu trabalho em http://www.matheusmanente.com/

Gostou? Coloque seu e-email e receba as novidades gratuitamente!

[jetpack_subscription_form title=”” subscribe_text=”” subscribe_button=”Assinar” show_subscribers_total=”1″]